Iracy Artesanato em Fibras e Folhas Vegetais

Artesanato sustentável, utilitário e decorativo em palha de milho, fibra e folha de bananeira, folha coqueiro, bagaço da cana de açucar, do abacaxi, bijuterias em sementes e muitos outros. Artesã Iracy Artuzi Caldatto - Cidade de Mirandópolis - São Paulo

Pesquisar este blog

sábado, 6 de setembro de 2008

Artesanato em Fibras Naturais


O ARTESANATO pode ser considerado como a produção de bens que visa atender necessidades utilitárias ou decorativas. 
Produção essa conseguida com o emprego de técnicas manuais e/ou recursos rudimentares, com pouca ou quase nenhuma divisão de trabalho, e que tem como característica marcante marcante a criatividade, originalidade e habilidade do artesão e a expressão da cultura, hábitos e costumes do povo.
O artesanato paulista apresenta rica variedade de objetos nos quais reflete a história da cultura indígena e da cultura européia dos primeiros colonizadores. A esse trabalho veio somar-se, mais recentemente, a técnica de trabalho dos imigrantes.
Os traços da cultura indígena são reconhecidos nos objetos trançados com cipó, embora, bambu, folha de bananeira, palha de milho e barro modelado para confecção de potes, panelas e demais utensílios domésticos.
A cultura européia dos primeiros colonizadores revela-se nas figurinhas de barro colorida, nas peças entalhadas, no mobiliário rústico-doméstico e nas mantas tecidas em tear manual.
O presente trabalho de Artesanato se propõe a resgatar esta cultura popular que foi se perdendo ao longo dos anos, a aproveitar um subproduto agrícola abundante na região, a dar a população rural uma alternativa de atividade econômica para complementar a renda familiar, possibilitar uma oportunidade do desenvolvimento das capacidades individuais e grupais, enfim contribuir para a melhoria da qualidade de vida do homem do campo.

Comentários da apostila de treinamento de Iracy Artuzi Caldatto retirado de:

______________________ Elmadjam, Maria Suely B. L., O ARTESANATO EM SÃO PAULO, Superintendência do trabalho Artesanal das Comunidades (SUTACO), Imprensa Oficial do Estado S.A.

Nenhum comentário: